Informação sobre rinite, causas, sintomas e tratamento da rinite alérgica sazonal ou perene, rinite infecciosa viral, bacteriana e outras


Rinites não alérgicas

As rinites não-alérgicas são reações inflamatórias da mucosa nasal sem participação do mecanismo alérgico, ou seja, não ocorre uma reação do tipo I de Gell e Coombs mediada por IgE específica. As rinites não-alérgicas são diagnóstico de exceção em relação à rinite alérgica. Pacientes com sintomas nasais inflamatórios crônicos, submetidos aos exames diagnósticos conhecidos até o momento, e que não mostraram reação positiva a um antígeno específico causador dos sintomas, têm rinite não alérgica. As principais vias e mecanismos fisiopatológicas das principais rinites, dividem-se em três grandes grupos, viral, alérgico e irritativo. Os sintomas das rinites, tanto alérgicas quanto não alérgicas, caracterizam-se por rinorréia, espirros, prurido e obstrução nasal. Podem ocorrer ainda hiposmia e roncos. Todas as rinites apresentam sintomas semelhantes, variando apenas a intensidade em cada subtipo. A história clínica deve ser minuciosa e os exames complementares devem ser feitos corretamente para que o diagnóstico etiológico seja preciso e o tratamento, efetivo. Em relação à idade de início, as rinites não alérgicas e não-infecciosas
são mais tardias, e a relação familiar não é tão clara, ou inexistente. Geralmente, nos casos de rinites não-infecciosas e não-alérgicas, o prognóstico é bom, e o tratamento clínico ou cirúrgico (quando necessário) é eficaz.
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL